Realizar reformas em imóveis financiados pode?

Realizar reformas em imóveis financiados pode?

A hora de receber as chaves do imóvel é o momento mais esperado pelos compradores. 

Finalmente será possível ter a casa dos seus sonhos, mesmo seja necessário fazer algumas reformas para ter o piso ideal, as paredes das cores preferidas e os móveis do jeito que você sempre quis!

Porém, nem todas as mudanças são permitidas assim tão facilmente, principalmente em imóveis financiados, portanto, é preciso estar atento a algumas regras antes de fazer obras e reformas.

Veja a seguir um pouco mais sobre o assunto e descubra o que pode ou não fazer enquanto o financiamento ainda não for quitado.


Sobre financiamentos

Ao adquirir um imóvel financiado, o comprador assina um contrato com o banco no qual o próprio bem é dado como garantia para o financiamento. Dessa forma, mesmo que o proprietário tenha a posse, o imóvel pertence ao banco que o financiou até terminar de pagar. 

Isso significa que o banco deve estar ciente das grandes reformas que forem ocorrer, e elas são aquelas que incluem a mudança na planta ou estrutura do imóvel em questão. 

Logo, deve-se entrar com um pedido ao banco, e as mesmas só podem ser feitas caso ele as autorize.


O que pode ser feito

Qualquer tipo de obra que seja para reforma do ambiente está permitido. Isso inclui instalações elétricas ou hidráulicas, revestimentos, colocação de gesso no teto, entre outras.

Além disso, mudanças estéticas também estão permitidas! Isso significa que pintar paredes, trocar o piso, instalar móveis, entre outros, podem ser feitos sem que seja necessário pedir permissão ao banco.


O que não pode ser feito

Não é autorizada qualquer modificação que altere a planta original ou a fachada do empreendimento.

Isso inclui a demolição de paredes, retirada de pilares, substituição de esquadrias e remoção de pisos ou revestimentos quando for necessário quebra-los, afinal, o impacto pode danificar a estrutura.

Vale lembrar que, em caso de apartamentos, a alteração da fachada externa deve ser autorizada também pelo condomínio.

Receba Novidades

Cadastre-se e receba as novidades do mercado imobiliário em seu email.